Av. Ana Costa, 146 cj. 809 - Vila Mathias Santos - SP

Seu condomínio já se preparou para as chuvas de verão?

06 novembro

Seu condomínio já se preparou para as chuvas de verão?

Categoria: Notícias

O verão está chegando e com ele os tradicionais temporais muito conhecidos aqui na Baixada Santista. Entre os meses de dezembro e abril ocorrem diversos desastres que não conseguimos controlar, como queda de árvores que atingem redes elétricas, deixando a população sem energia e internet, além de desabamentos e enchentes que deixam diversas pessoas desabrigadas e muitas acabam perdendo tudo.

E como nos preparamos para esse período? Como síndicos podem manter seus condomínios o mais protegidos possível? Preparamos algumas dicas para ajudar os síndicos a se prepararem para o verão e suas chuvas intensas. Vem conferir.

O primeiro passo é realizar uma análise minuciosa na estrutura e manutenção do condomínio, mapeando os locais mais sensíveis, categorizando por nível de risco de alagamentos, por exemplo. A partir desse passo o síndico pode criar um plano de contingência e  iniciar ações de prevenção para dias de chuva forte. Nessa análise deve conter pontos de alagamentos dentro do condomínio e das vias públicas do entorno, que podem afetar o edifício.  

De olho na manutenção do condomínio

Alguns itens devem ser checados, revisados, verificados e higienizados constantemente. Ralos, calhas (térreo, subsolo e barrilete) devem ser limpos com frequência. Uma dica para os ralos é a instalação de telas que evitam entupimentos. Verifique se as instalações de antenas, toldos, telhados e coberturas para garantir que estão bem fixadas e aguentarão fortes ventanias que também são comuns nesse período. 

É importante manter a limpeza das tubulações e caixa de água do esgoto, além de checar se bombas de retirada de água do condomínio e do poço estão funcionando corretamente e estão com a manutenção em dia.

Não podemos deixar de lembrar dos testes que devem ser realizados nas luzes de emergência, garantindo a circulação dos moradores com segurança em casos de falta de energia.

Medidas básicas de prevenção

Caso o síndico identifique a possibilidade de chuvas mais intensas, deve bloquear os acessos às áreas comuns, como quadras, piscinas e playgrounds (que devem estar com a manutenção em dia). Elevadores e portões elétricos também devem ser desligados pois podem queimar ou causar incêndios.

Para que os condôminos não procurem os síndicos com diversas reclamações sobre perda de equipamentos eletroeletrônicos, solicite que desliguem das tomadas.

Essas medidas devem ser divulgadas a todos os moradores e funcionários.

Instalações elétricas

As instalações elétricas precisam de muita atenção e cautela, pois nosso país é um dos que mais sofrem com queda de raios. Então atenção deve ser redobrado com a manutenção e checagem dos para-raios. Já os quadros de energia o síndico deve verificar com um profissional se as instalações estão de acordo e com os dispositivos  protetores de surto (DPS), que protegem os equipamentos caso algum raio atinja o edifício. 

Se o condomínio possui gerador, é necessário realizar uma revisão geral, o síndico deve deixá-lo abastecido, checar o filtro, realizar a limpeza do tanque de combustível e trocar o óleo. Com tudo em dia o gerador pode oferecer suporte ao condomínio em casos de queda de energia.

Os portões elétricos também devem ser verificados e é importante que seus sistemas estejam aterrados e protegidos das chuvas.

*IMPORTANTE: Os portões precisam estar ligados ao gerador para manter o seu funcionamento em caso de falta de energia.

Para os condomínios que possuem portaria virtual os síndicos devem contatar a empresa para criar um plano de ação caso ocorra problemas de comunicação, assim podem garantir que o serviço continue funcionando normalmente.

Se o seu condomínio não possui gerador, boa parte do plano de contingência será realizado manualmente.É importante que os funcionários conheçam todos os procedimentos para agir de forma rápida. O síndico deve garantir que os funcionários tenham fácil acesso a todos os equipamentos necessários para realizar as ações.

Algumas situações devem ser realizadas rapidamente, como a checagem dos elevadores, que por não ter gerador, para assim que a queda de energia acontece, então os funcionários devem checar se os elevadores estão no térreo ou se há algum dentro.

Outro ponto importante é garantir que todas as luzes de emergência estão funcionando, pois escadas, corredores, portões e garagem não podem ficar sem iluminação. E peça ao zelador que abra todas as portas e portões.

Uma saída para manter o funcionamento dos equipamentos elétricos é deixar reservado baterias extras e no-break. 

Essas foram algumas dicas para ajudar os síndicos a se prepararem para as chuvas de verão que estão próximas. Gostou?

Além da segurança em dias de chuva você pode melhorar a segurança e controle de acesso do seu condomínio. Conheça as soluções que a Inspetor.com oferece.

Fonte adaptada: Sindiconet

Por Inspetor.com