Av. Ana Costa, 146 cj. 809 - Vila Mathias Santos - SP

Medidas de segurança durante a entrada e saída de um condomínio

18 setembro

Medidas de segurança durante a entrada e saída de um condomínio

Categoria: Notícias

Muitos moradores podem estar colocando seu condomínio em risco sem saber ao liberar o acesso de entrada e saída para estranhos.

Sabemos que é algo comum pessoas entrarem no condomínio aproveitando o momento em que você está liberando o seu acesso, porém esse é um risco em potencial. Hoje, existem pessoas mal intencionadas aguardando justamente momentos como estes para entrarem nas dependências do edifício e causar diversos transtornos aos moradores. 

Esses riscos podem estar camuflados até mesmo nos serviços de entrega, que aumentaram consideravelmente durante esse momento de pandemia, com as pessoas evitando grande circulação e em isolamento social.

Mas o que deve ser feito para diminuir esses riscos?

O primeiro passo que a gestão deve tomar é criar um documento com processos de segurança que devem ser seguidos durante as entradas e saídas do condomínio, este documento deve conter todas as orientações necessárias para o morador manter o seu condomínio seguro.

Os moradores precisam entender a importância de seguir esses processos e apoiar a gestão, não devem permitir que pessoas desconhecidas acessem as dependências do condomínio sem identificação ou liberação da portaria.

Como o morador deve agir quando pessoas se aproximam para acessar o condomínio sem identificação?

Para evitar esse tipo de acesso o morador deve pedir para que a pessoa aguarde ao lado de fora e toque o interfone para que sua entrada seja identificada e liberada pela Portaria Virtual.

Se o morador ficar constrangido e não conseguir impedir a entrada do desconhecido, o que deve fazer?

Nesse caso o morador pode acionar o seu botão de pânico na sua TAG de acesso e a central de monitoramento entrará em contato com ele para que explique o que aconteceu. O morador deve informar a ocorrência para que a central possa localizar o indivíduo e tomar as medidas necessárias, retirando a responsabilidade de si.

E como ficam as entregas de produtos?

O ideal neste caso é a instalação de um passa volumes na entrada do condomínio. Normalmente ela é instalada próxima a entrada e o morador não precisa liberar a entrada do entregador, dando acesso às dependências do condomínio e expondo os moradores, que ali residem, ao risco.

Com o passa volumes o morador recebe seus pedidos e encomendas sem contato físico, sem sair do condomínio ou permitir a entrada de estranhos.

Os moradores também são responsável pela segurança do seu condomínio

Se o morador não seguir os processos e procedimentos de segurança do condomínio, nenhum equipamento com alta tecnologia poderá protegê-lo. Para garantir a sua segurança e de todos que vivem no seu condomínio é necessário ter comprometimento, seguir as regras e em qualquer suspeita de risco a empresa de segurança eletrônica estará a um clique da solução. 

Inspetor.com

Quer conhecer um pouco mais sobre segurança eletrônica? Venha conhecer a Inspertor.com, empresa que atua há mais de 20 anos no mercado de segurança eletrônica, e oferece produtos e serviços com a tecnologia mais atual do mercado. Clique aqui e conheça a Inspertor.com.

Inscreva-se e receba as nossas novidades!

Fonte: Inspetor.com

Por Inspetor.com